Noites vazias mas cheias de pensamentos
Thiago Guedes  (via renunciador)
415

Parece que não me importo. Pois é, só parece.

Olha, cuida bem de mim.
Clarissa Corrêa.  (via sujeitando)
Noites vazias mas cheias de pensamentos
Thiago Guedes  (via renunciador)
Nunca fui elegante. Minhas camisas eram todas desbotadas, encolhidas, surradas, e já tinham cinco ou seis anos. Minhas calças, a mesma coisa. Detestava as grandes lojas, detestava os vendedores, eles se faziam de superiores, pareciam conhecer o sentido da vida, tinham uma segurança que me faltava. Meus sapatos eram sempre velhos e estropiados, e eu detestava lojas de sapatos também. Nunca comprava nada novo, a menos que as minhas coisas já estivessem completamente inutilizadas – automóveis inclusive. Não era questão de economia, é que eu não tolerava ser um comprador na dependência dos vendedores, aqueles caras tão altivos e superiores. Além disso, eu perdia tempo, um tempo em que eu poderia muito bem estar de papo pro ar, bebendo.
Charles Bukowski. (via nevaradas)
Olhando pela janela o infinito que se estende ao longo do céu azul e das nuvens brancas ela consegui ouvir o seu coração se partindo mais uma vez.
Gritos de um coração em silêncio. (via carenciada)
18

O segredo é lançar aquele sorriso, e deixar os curiosos se perguntando o que te faz sorrir.

if i open my heart?
ouvi dizer que umas das melhores maneiras de amenizar a dor é escrever sobre ela
wondervibe ©